Quem sou eu

Minha foto
Piracicaba, SP, Brazil
Sou casada, tenho um filho, amo viver, adoro trabalhos manuais, música, filmes, antiguidades etc.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Meus cinquenta anos



     Meu aniversário de cinquenta anos foi em fevereiro. Sem festa, a data parece não ter fim dentro de mim.
     Não fiz cinquenta anos de repente: essa ideia de ter cinquenta anos me vem caindo aos poucos, no decorrer dos dias e meses deste 2016.
     Parecia um aniversário qualquer mas, definitivamente algo mudou.
     Por um lado, me sinto promovida: cheguei a uma idade privilegiada. 
     Envelhecer, para mim, não é demérito; ao contrário, como antes fui um espermatozoide mais ágil, agora também atesto minha capacidade de sobreviver.
     E essa sobrevivência me faz querer mais da vida.
     Quero, por exemplo, lidar com o mínimo possível de aborrecimentos.
     Sinto-me obrigada a selecionar o quê e quem me faz bem.
     Parece que finalmente me sinto mortal, de verdade. Constato que já vivi bem mais do que tenho pela frente e que a qualquer hora tudo pode mudar, para melhor ou não.
     Portanto, esse hábito de postegar desejos pode ser em vão. É agora ou nunca prá muitas coisas.
     A parte gozada é que me sinto na adolescência da velhice! Mesmo!!!
     Então, aproveito para usar algumas coisas e cores, me sentindo mais colorida do que nunca.
     Importo-me com bem menos, chegando a ser difícil me tirar do sério. Às vezes, queria ser mais rígida, levar mais coisas a sério mas, se isso já era duro antes, agora virou esforço à toa.
     A casa não está tão limpa e em ordem mas é uma casa tão produtiva! Produzo refeições com afeto, costuras, mimos, brincadeiras com a Mafalda, doces diet para o marido, que volta e mexe reclama da bagunça.
     Gente, é uma baguncinha tão feliz, que nem deveria ser chamada de bagunça. Teria que se inventar uma outra palavra para descrevê-la: talvez bacrita (bagunça criativa), baliz (bagunça feliz).   Ou então, em vez de uma palavra, uma abreviação: COPAEMLU (Coisas Passeando em Outro Lugar). O que deveria estar na cozinha, veio passear na sala; a colcha de retalhos da cama, veio à lazer para o sofá, ver TV conosco. Nada muito grave ou vergonhoso.
     Por fim, constato que me sinto absolutamente confortável e feliz comigo mesma. Sei das minhas falhas mas antes, sei dos meus esforços, da minha boa vontade, da minha própria história que me fez ser a cinquentona que hoje toma conta da menina que ainda mora aqui.

18 comentários:

paula disse...

Lindissimo o seu texto Rebeca.
Eu também fiz 50 há uns meses e me identifico com muitas das palavras que escreveu. Desejo-lhe a maior felicidade e espero que aproveite bem cada dia que vier.

Regina Saraiva disse...

Olá Rebeca,

Parabéns, felicidades e muitos beijos e abraços virtuais! Amo seus textos, seu jeito de contar suas histórias, sempre fazendo um largo sorriso aparecer quando leio e, claro que este não poderia ser diferente, pelo contrário me tocou muito, sinto que conheço esta feliz, criativa e maravilhosa adolescente um pouquinho mais. Adorei todas as descrições sobre a "bagunça"!
Beijinhos e boa semana de aniversário.

Pri disse...

Rebeca, esse é um dos seus textos mais bonitos, se não for o mais bonito.

Me identifiquei com ele porque também tenho selecionado muito quem o que faz parte da minha vida e sou exigente, viu! =)
Parabéns atrasado! \o/
Essa idade é linda e a sua reflexão sobre ela é muito bonita.
Amei seu novo vocabulário pra simplificar a vida.
Simplificar e ser feliz em paz.
Acho que esse é o segredo.
Por mais bagunças felizes nessa vida! ♥

Lete disse...

Rebeca, os meus parabéns, atrasados, mas muito sentidos. :)
Identifiquei-me com o teu texto, há muito que vivo assim, ou seja senti algo parecido quando fiz 40, principalmente na forma como vivo o meu tempo de lazer. Só o passo como me apetece, com quem gosto e com quem gosta muito de mim. Aprendi a dizer não e valorizo/vivo cada dia de forma pacífica, tentando aceitar o que de bom e de menos bom me acontece. Só desejo saúde, muita saúde para você, para os seus e para todos nós que amamos a vida, na sua simplicidade e na sua essência.
Beijinho grande, adorei o texto!

Val disse...

Olá Rebeca, em seu texto vc disse tudo aquilo que sentimos quando fazemos uma certa idade, mas não conseguimos expresar. Uma das coisas que chegou com o meu meio século, foi uma enorme tolerância. Aceito quase tudo e quando não aceito, tolero. Isso tem sido confundido por algumas pessoas, como descaso. Mas não é. Simplesmente já não julgo os outros e agradeço que façam o mesmo em relação a mim. Estou tão tolerante que as vezes nem eu mesma me reconheço. Que os seus 50 lhe tragam a simplicidade de viver, e o porvir seja sempre bom,pois acredito que quem espalha o bem, também colhe algo agradável. Grande beijo e parabéns , ainda que alguns meses depois. Mas nunca é tarde!

Anajá Schmitz disse...

Olá,
Parabéns! Te desejamos muitas felicidades e muitas alegrias.
Bah! daqui a três anos também farei cinquenta. Outro dia levei um susto, mas me sinto como sempre, com muita emergia.
Bjos, tenha uma ótima semana.

Josy Petite disse...

Ah Rebequinha! Maturidade é algo tão especial, e quando valorizada em seus por menores é mais ainda. Seja feliz hoje, agora, já! Não porque tens 50 anos, mas porque estás viva. Espero chegar nos meus 50 e ter a maturidade de não me cobrar tanto e apenas ser quem sou do jeitinho que sou, sem mais nem menos.

Parabéns! Que a primavera dos teus 50 anos seja tão florida e colorida que sua alma transborde toda essa emoção.

Cheiro no coração.

Dona GAM (GAM Dolls - 2) disse...

Boa tarde, colega Rebeca!
Que belo texto, adorei! :)
Não vejo a hora de chegar aos meus 50, meus 60, 101 que tanto almejo. Sempre farei o possível para manter minha alma com apenas 12 anos de idade (kkk). Com fé em Deus hei de chegar lá.
Ei, moça!
Dê uma passadinha em "GAM Dolls (2)". A postagem do dia está repleta de arte e magia. Você vai se encantar!
Ficarei feliz com sua visitinha e comentário, sempre tão gentis.
Te espero por lá, ok!? Feliz novo mês pra você.
Abração! :)

Anônimo disse...

Querida amiga, parabéns!
Toda felicidade do mundo pra vc nesta idade tão especial... Não são 20, nem 30... são 50 anos de histórias, de sonhos, de realizações, de arte. Muitas felicidades que os seus próximos anos sejam psicodélicos e vividos com intensidade e alegria que são sua marca!
Abraço carinhoso,

Judy

trapos a voar disse...

Eu acabei de fazer 51 e sinto que é uma das melhores fases da minha vida. Dizem que os 50 são os novos 30 e eu concordo. Tenho a certeza que o melhor ainda está para chegar e sinto-me cheia de energia e alegria pura.
Parabéns atrasados para você e bem vinda ao clube! Bjo

lansucci disse...

Arrasou, garota! Que venham os próximos 50. Leves, coloridos e divertidos, mas acima de tudo, proveitosos, produtivos e saudáveis. 😍😘

Maria Varredora Pau de Vassoura disse...

Parabéns querida!!!
um beijinho enorme!

:))))

Jeito de Casa disse...

Amei seu texto Rebeca!
Vc esta curtindo a vida, saboreando o dia a dia,
sendo feliz!!!!!!!!!!

bjus, adorei passar por aqui.
parabéns pelas suas criações!

Claudia disse...

Oi, Rebeca querida! Voltei ao mundo dos blog, mas cadê você? Quase pego o seu aniversário de 51 anos...kkk ...brincadeirinha. Passei por um período de lutos, mas agora estou bem. Amei sua postagem, tenho 44 anos e luto todos os dias para sentir bem assim como vc se sente. ainda não aprendi a me afastar das coisas que não me fazem bem, mas aos poucos vou aprendendo, a vida ensina, o importante é ter Deus no coração e amigos como vc. Um forte e carinhoso abraço, Clau.

Raquel Úria disse...

Só agora li isto mas gostei tanto, tanto! Um beijinho.

Frida Lucia disse...

Parabéns Rebeca! Me identifiquei muito com o teu texto, mesmo estando a caminho dos 50, nos 40 não tive problemas de transpor a minha nova década e espero na próxima eu esteja serena e tranquila como você. Beijo grande!
Frida Lúcia

Zulmira Borges disse...

Amei seu texto, Rebeca! Só hoje que fui atentar que você tem um blog. Afinal , te conheço pelo Instagram. Bj

Genilda Maria da Silva disse...

Olá, navegando em blogs amigos, lhe encontrei e vim conhecer seu blog, amei e estou seguindo. Lhe convido a conhecer o meu, se gostar seguir, ficarei feliz. Tenha um dia abençoado e feliz. Bjuss

Eu recomendo

Eu recomendo

costureiras de Tarsila

costureiras de Tarsila

Obrigada pela visita! Volte sempre!

Gentileza Gera Gentileza