Quem sou eu

Minha foto
Piracicaba, SP, Brazil
Sou casada, tenho um filho, amo viver, adoro trabalhos manuais, música, filmes, antiguidades etc.

quinta-feira, 19 de março de 2015

Almofada para uma costureira (ou não)




     Esta almofada fiz para mim mesma. O tecido estampado com máquinas de costura é uma graça e tive a sorte de achá-lo em duas cores, em ocasiões diferentes.
     Para mim, parecem máquinas do anos 70, o que as tornam ainda mais graciosas.
     Fico pensando se posso me considerar uma "costureira" ou não. Como não sei costurar roupas, acho que as costureiras estão num patamar acima do meu. Parece um ofício tão complicado!
     Outro dia, conversando com uma vizinha, disse que eu costurava, mas tratei logo de emendar: "só patchwork, viu? " Parece que se deixasse estabelecer um mal entendido e ela pensasse que eu costurava roupas, eu estaria "me achando" demais.
     Então, esta almofada foi feita para um simples patchworkeira, encantada com o mundo das costureiras.

sexta-feira, 13 de março de 2015

Cortador rotativo


Tá, não é um Olfa, mas este cortador da Ford é surpreendentemente bom.
Analisando custo x benefício, estou bem satisfeita.
No Makro aqui de Piracicaba, paguei R$ 9,75, um preço muito camarada por um cortador rotativo.
Estava à espera de lâminas compradas pela internet quando me deparei com  ele.
Pensei que a perda de dinheiro não seria grande e resolvi experimentá-lo. Otimista que sou, levei logo dois.
E não é que o danado corta mesmo? A lâmina é afiada mas lhe falta alguma estabilidade. Sendo assim, recomendo que seu uso seja um pouco mais cuidadoso.
Fora isso e sem grandes expectativas de duração, é uma compra que vale a pena.
Por isso mesmo, na última semana voltei ao Makro e comprei mais seis...
Às vezes (muitas vezes, na verdade), sinto que tenho que estocar material de costura em casa porque se não puder sair, tá tudo lá, a diversão está garantida.Que delícia!
Agora toca cortar paninho!!!!!!!!!!

terça-feira, 10 de março de 2015

Vai uma mãozinha aí?






















       Fiquei bem feliz com o meu achado da semana passada.
     As duas mãozinhas antigas, já tinha há muito tempo (são prendedores de papel). Uma delas é de quando meu avô era diretor de escola. 
      A outra, encontrei numa gráfica muito antiga, e me foi ofertada gentilmente.
      Para minha surpresa, encontro uma nova edição das famosas mãozinhas numa livraria.
      Bem mais brilhantes do que meu gosto aprecia, mas são iguaizinhas às antigas.
    Claro que o material não é o mesmo mas o até o desenho do que seria o punho de uma blusa é exatamente igual.
    Como são coisas simples assim que tornam minha vida mais interessante e alegre, corri aqui prá contar e mostrar minhas novas ajudantes...


segunda-feira, 2 de março de 2015

Agenda financeira











    De alguns anos para cá, decidi levar uma vida financeira mais saudável, digamos assim.
    E de  lá para cá, venho tentando desenvolver um meio eficiente de controlá-la.
   Um dos passos mais importantes (e difíceis) foi abandonar, definitivamente, o cheque especial.
    Aquilo era uma bola de neve e um maneira muito cômoda de usar um dinheiro que eu não tinha.
    Depois de algumas tentativas mal sucedidas, consegui abandoná-lo e passei a valorizar muito mais meu salário, sempre me lembrando que muito ou pouco, foi com ele que consegui muitas coisas na vida. E foi com essa espécie de gratidão pela minha carreira e meu emprego, que comecei a tratar melhor do meu dinheiro.
    E, admito, não sou, ainda hoje, nenhuma perfeição, mas estou melhorando muito.
    Fui percebendo que o melhor jeito foi usar a mesma técnica que minha vó Isabel usava: marcar TUDO que gasto.
    Há dois ou três anos criei uma agenda financeira e esta é a versão 2015, melhorada e bem detalhada.
   Anoto o que gasto comprando com o cartão de débito e vou consultando o saldo semanalmente: ele tem que bater.
    Marco tudinho que gasto com o cartão de crédito, todas as parcelas e seus vencimentos.
    Se uso dinheiro vivo, também marco. Comprei uma água de R$ 2,00? Tá lá.
    As contas do mês também estão nessa mesma agenda.
   Já tentei usar planilha do Excel mas, fala sério, acho bem mais fácil abrir essa agenda que fica na minha mesa e posso usar a qualquer hora, rapidinho, do que parar o que estou fazendo e abrir o programa no PC.
    Tento sempre fazer capas alegrinhas para agenda tão sisuda e neste ano usei esse tecido lindinho, lindinho. Além do mais, acrescentei alças, pois durante a semana ela fica no meu trabalho e aos fins de semana, vai prá casa comigo. 





Eu recomendo

Eu recomendo

costureiras de Tarsila

costureiras de Tarsila

Obrigada pela visita! Volte sempre!

Gentileza Gera Gentileza