Quem sou eu

Minha foto
Piracicaba, SP, Brazil
Sou casada, tenho um filho, amo viver, adoro trabalhos manuais, música, filmes, antiguidades etc.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Colcha de patchwork para a bebê Sara








Esta colcha para bebê foi muito prazerosa de fazer por vários aspectos.
Em primeiríssimo lugar, embora a colcha tenha sido costurada para ser ofertada, quem ganha o presente sou eu: serei tia-avó!!!
Como uma das ambições da minha vida é ser avó, ser tia-avó já me enche de orgulho. É, ao meu ver, um tipo de promoção, pois nesta altura da minha vida vejo as coisas diferente do que antes.
Poucas coisas consigo levar a sério e pequenos prazeres são saudados como grandes levantes de alegria.
Talvez seja questão de me economizar e separar o joio do trigo; o que realmente importa e quem realmente importa.
E um bebê sempre importa, sempre é uma luz quente e acolhedora que envolve a vida da família. É um presente, uma chance de todos em volta se tornarem melhores. 
É fácil? Não, não é fácil nem é um conto de fadas. Haverão dias difíceis, dias de pouca paciência e muita canseira.
A perfeição não existe e por mais que eu ame um bebê, sei que essa grande alegria traz uma grande responsabilidade. Uma deliciosa responsabilidade porque também é bom ter alguém a quem se dedicar, alguém mais para se amar.
Outra razão para esta colcha ter sido particularmente especial, é que ela é REALMENTE uma colcha de retalhos. Pouquíssimos foram os tecidos comprados só para ela. E isso é demérito? Nem de longe.
Porque eu penso assim: quando você faz uma colcha aproveitando seus retalhos, você está contando uma história. Está criando um tecido único com os retalhos mais significativos. E se trabalho com quadrados de 6 cm (como nesta colcha), nesse pequeno quadrado vai a partezinha que mais me agradou em todo aquele vasto território de algodão.
E isso me dá tanta liberdade! Não fico ali presa a determinados tons: cada pedaço  bonito e que harmonize com o resto é bem-vindo.
O resultado dessa brincadeira está aí: uma colcha, um travesseiro e um pequeno rolo aguardam ansiosos a pequena Sara, minha querida sobrinha-neta...

Obs.: O projeto foi desenvolvido por uma amish norte-americana. Por mais que eu tenha tentado encontrar seu nome para lhe dar crédito, não consegui. Mas fica minha gratidão pelo seu trabalho lindo e inspirador.

7 comentários:

trapos a voar disse...

Amei! Acho que você se supera em cada projecto novo. Fico maravilhada com pormenor dos corações , com os tecidos reaproveitados que honram o verdadeiro espírito do patchwork, e com o resultado final que ficou super harmonioso.
Parabéns ! E parabéns sobretudo pela nova sobrinha que vem aí. Estou com você , um bebé é sempre uma bênção. Muitas felicidades para a família.

Regina Saraiva disse...

Olá Rebeca,

Parabéns pelo lindo trabalho e bem vinda ao clube das avós!!! Linda colcha, linda declaração de amor e carinho a Sara, uma criança sortuda por ter uma tia-avó tão prendada e carinhosa. Concordo e repetir sempre é bom: Porque o que importa é quem importa!
Beijos

Val disse...

Olá Rebeca, antes de mais deixe-me que lhe diga que já tinha saudades dos seus textos, tão bonitos e que dão um prazer imenso ler. Quanto ao conjunto, ficou lindo, lindo, lindo, sendo que tem o privilégio de ter sido costurado pelas mãos prendadas e cheias de carinho da tia avó, e com os restos de tecidinhos escolhidos e comprados por ela com afeto. Quantos estariam aí em casa, guardados, só à espera de ver a luz do dia! acho que o verdadeiro patchwork é mesmo aquele que junta os tecidos que temos, numa grande harmonia. Agora um aparte, uma reflexão sobre o seu desejo de ser avó. Apesar de sermos da mesma idade, ainda não tenho esse sonho. Estou numa fase em que meus filhos já não precisam tanto de mim, e finalmente tenho tempo para o que gosto. Foram anos criando 3, foi bom, muito bom, mas quero curtir mais uns aninhos esta liberdade que agora experimento! beijos Rebeca, um bom fim de semana!

Simone pinturas e crochês disse...

Olá rebeca!
Que lindas peças e que maravilhosa a sua alegria com a espera da pequena Sara, fico muito feliz por você e por todos que farão parte da vida desse bebê...
Beijos e até logo.

Dona GAM (GAM Dolls - 2) disse...

Boa noite, colega Rebeca!
Que lindeza de trabalho. Um primor, parabéns! :)
Ei, moça!
Passe lá em "GAM Dolls (2)" e confira a linda encomenda que fiz. Encante-se com uma bela dupla de personagens especiais.
Ficarei feliz com sua visita e comentário, sempre tão gentis.
Tenha uma linda nova semana.
Abraço pra você! :)

Angélica D disse...

Hola Rebeca querida ,, que trabajó más lindo. Es todo una gracia para ese bebe ,, me encanta la combinación de los géneros elegidos,,,espero que tengas un buen Comienzo de semana
Cariños

Pri disse...

A pequena Sara vai achar muito aconchegante essa colcha.
Quanto carinho depositado nela. Deve ser bom ser um bebê na sua família e
ganhar coisas lindas assim. =)
O seu texto expressa a mais pura verdade. Adoro suas palavras. ♥

P.S. Estive sim no Brasil por algumas semanas e foi sim muito emocionante e gratificante. :)

Eu recomendo

Eu recomendo

costureiras de Tarsila

costureiras de Tarsila

Obrigada pela visita! Volte sempre!

Gentileza Gera Gentileza