Quem sou eu

Minha foto
Piracicaba, SP, Brazil
Sou casada, tenho um filho, amo viver, adoro trabalhos manuais, música, filmes, antiguidades etc.

sábado, 2 de agosto de 2014

Bolsa para a amiga descolada

Lado 1

Lado 2: retalhos diferentes

Essa bolsa assim molinha, assim companheira, assim colorida, foi feita para uma amiga de uma das minhas sobrinhas.
A amiga (que não conheço) é ruiva, descolada e gosta de bolsas de alça longa para se levar ao lado do corpo.
Fiquei pensando nela e me imaginando mais ou menos com essa idade, de 17 a 19 anos. Época sofrida, nada de dizer "naquele tempo é que era bom!". Não, nada disso, o meu hoje é que é bom. E não é falar por falar, não. 
Ah, que tempo cheio de medos e coragem extremos. Eu, como tantas outras adolescentes, achava que sabia tudo. Bobagem! Quanto mais envelheço mais vejo o tanto que ignoro. E o tanto que aprendo, todos os dias. E o fascínio que isso me provoca. 
E vou marcando no meu caderninho mental as conquistas: 
- aprendi a ter mais paciência depois que tive meu filho;
- aprendi que sempre é tempo de aprender com a minha sogra;
- aprendi que se pode colocar dois saquinhos de chá na MESMA caneca com meu amigo Bill;
- aprendi a colocar zíper num bolso embutido e fiz até um tutorial, do qual me orgulho;
- aprendi a costurar com retalhos com a Iná, esposa do meu pai
- aprendi a gostar de antiguidades e ter um gosto bem variado com minha mãe (ah, e que arrastar os pés é muito feio! E não é que ela tinha razão?)
- aprendi, com meu blog, que existe muita gente parecida comigo!!!
- aprendi, com meu marido, que amor combina demais com amizade e com parceria. Também aprendi a prestar atenção nas letras das músicas e tantas outras coisas que nem saberia enumerar)
Enfim, a vida é um aprendizado constante. Nunca se sabe de tudo, graças a Deus! Há sempre o que se aprender e felizmente, pessoas muitos interessantes para nos ensinar.

(Continuam abertas as inscrições para o SORTEIO DE UMA BOLSA!  Clique aqui e concorra!)









14 comentários:

Marcia Ruiz disse...

Olá Rebeca! Ficou muito bonita, adoro preto/azul escuro com detalhes coloridos. Ela vai amar, tenho certeza.
É, sempre aprendendo... e isso é ótimo. Quem diria que eu iria costurar um pouquinho depois de aposentada? E continuo aprendendo muitas coisas também. Ah, fui lá ver como anda o sorteio, rs, que sucesso hein? Parabéns!!!! E já no aguardo de vc me enviar o prêmio, kkk.
Beijos!!

Lia disse...

A bolsa ficou lindona, ela vai adorar!!
E é isso mesmo...
Ah, a arrogância e a agitação da adolescência...
Ainda bem que depois passa!

Beijocas, parabéns!

Angélica D disse...

Esa bolsa es una maravilla amiga querida . Adore todo el fabuloso colorido, que tenga un óptimo domingo
Besos

trapos a voar disse...

Moça sortuda! E espero que a bolsa leve com ela alguma da sua sabedoria, e que a menina saiba dar valor. Porque nessa idade de facto a gente sabe tudo e nada! Um bjo

Val disse...

Olá Rebeca, a bolsa está linda e vai combinar bem com a ruivinha, tenho a certeza, e ela vai adorar. Adolescência é uma período horrível, mas só nos damos conta disso bem mais tarde. Pessoalmente , o que tenho gostado no envelhecer, é que estou muito mais tolerante, calma e tranquila. E penso muito antes de falar. E por vezes nem falo, nem emito opinião, se acho que não vale a pena o assunto. O que menos gosto, é dos cabelos brancos que me fazem ir ao cabeleireiro de mês e meio em mês e meio, uma chatice!!!! um beijo Rebeca e parabéns por mais uma bolsa lindona e de bom gosto!

a andorinha disse...

:)
Há tanto mais para acrescentar ...
E é completamente verdade que o hoje é muito melhor que o tempo da adolescência. bj

Claudia disse...

Oi, Rebeca! Linda bolsa, lindos retalhos, lindas e sábias palavras. Apesar de amar o improviso, eu gosto também da encomenda personalizada. Digo isso, pois também recebo encomendas assim: Faz uma bolsinha com tecido de corujas pra uma pessoa meiga e que adora ler. Daí vou pra máquina e fico imaginando essa pessoa, e como será a reação dela qo abrir o presente... acho que é coisa de gente doida, né? kkkk... deve ser, mas sou assim mesmo. Na última Tilda que costurei, a de cabelos vermelhos, a encomenda era pra filha da minha psicóloga que tem os cabelos vermelhos... amei costurar e ver o resultado do rostinho alegre quando ela estava pronta. Ainda vou costurar retalhos e pensarei em você com certeza, cada pedacinho uma nova descoberta. Beijoss!!!

Dalila Pinheiro disse...

Oi Rebeca,
Não tem gomo não gostar dessa bolsa, é uma bela criação, parabéns!!
bjs

Simone pinturas e crochês disse...

Boa noite Rebeca!
Que bolsa mais linda e que maravilha cada palavra que escreveu, pode ter certeza que concordo plenamente, vírgula por vírgula...
Beijos, estou muito feliz por estar de novo aqui!

Samsara SP disse...

Bom dia querida, vim conhecer seu blog e adorei essa bolsa, linda!
Já me tornei seguidora, para ver as novidades, quando puder venha me fazer uma visita, vou adorar ter vc lá, tenha uma linda semana, repleta de bençãos de Deus, beijinhos

PINTA ROXA disse...

Bom dia. Gostei dessa forma de anotar no caderninho as conquistas e desafios.
O passar dos anos nos dá isso aprendemos coma vida,.Bjos

Lia Gloria disse...

Então, Rebeca. Eu até tenho saudades daquela época, apenas porque queria poder estar com a minha mãe de novo, e refazer algumas coisas. Mas amo ter 47 anos, e tudo o aprendizado que esse caminho me trouxe. E gosto de mim, mais agora, do que antes.

A bolsa tá linda, bem despojada!

bjs

Samsara SP disse...

Boa tarde querida, passando pra desejar um excelente sexta feira, repleta de bençãos, beijinhos

Jessi Quadros disse...

Adorei!
Linda essa bolsa!

Bjs
www.garotadebotas.com

Eu recomendo

Eu recomendo

costureiras de Tarsila

costureiras de Tarsila

Obrigada pela visita! Volte sempre!

Gentileza Gera Gentileza